quarta-feira, 25 de junho de 2014




Deste ontem que sinto a carapaça a espessar, quase como se fosse algo biológico, concreto, mas é só psicológico, assim é o ser humano (eu) a proteger-se do dia, que sendo mais um igual aos outros não deixa de ser diferente. É o tal dia de comemorar mais um aniversário. Mais um ano ao serviço de mim mesma, aluna e professora de mim nesta jornada de vida… não me vou aprofundar em avaliações, agora não tenho tempo. Hoje também é dia de teste e é dia de testar a capacidade de travessar este dia com serenidade. Estou como o tempo lá fora, sei que é Verão, mas pela ausência do sol e daquele calor ninguém diria… aquele do amor da mãe, é hoje, como nos outros dias a agulha da bússola que me desorienta e reorienta no sentido de o encontrar noutros caminhos e noutras estrelas que me guiem.


3 comentários:

koklikô disse...

Onde quer que a tua mãe esteja há-de sentir um orgulho imenso em ti e não digo isto por dizer, não te conheço mas pareces-me uma pessoa boa e com valores.
Um beijo enorme querida Ana :)

LAR Aradas disse...

muitos parabéns Ana. espero que estejas a ter um dia fantástico e lindo como a tua pessoa. beijinho da testa

Ana Fernandes disse...

obrigada pelas mensagens... Beijinhos