segunda-feira, 2 de dezembro de 2013







por enquanto o unico enfeite de natal, é um pai natal de chocolate, daqueles pequeninos de pendurar nas árvores que ficou do ano passado (nunca consigo desfazer-me do ultimo). mas no primeiro dia de dezembro deixei que o vermelho das bolas me aquecesse a alma por meio de mais uma camisola da minha mãe tirada do baú das memórias... os detalhes são um encanto... a camisola remonta a sua adolescência, quando trabalhou numa pequena "fabrica" de malhas.


1 comentário:

regressos disse...

É linda!