quinta-feira, 28 de novembro de 2013

terça-feira, 26 de novembro de 2013



é certo que o dia ainda não acabou, mas um momento bom foi sem duvida este almoço partilhado com uma recém amiga que tendo terminado hoje a sua segunda licenciatura me convidou para almoçarmos. Descontrair um pouco de uma das suas manhãs mais stressantes. Eu confesso que o tempo me estava a fazer falta para adiantar umas coisas atrasadas, mas bolas que se lixe, desdobro-me agora e ela lá seguiu feliz e aliviada por mais uma etapa alcançada, sendo que já está noutra e eu com ela!!... e que daqui a 2 anos estejamos novamente a comemorar a concretização dos nossos feitos.


domingo, 24 de novembro de 2013







o melhor brunch do mundo... o tradicional pequeno almoço de domingo na casa da avó Maria, e como a "casita" estava gelada e o sol radiante, fomos para o pátio e improvisamos sentadas no portal
no meu "niqab" vermelho descobri que tenho mais um aliado para me proteger do frio :)
o doce é de pera com melão, uma segunda remessa para a qual eu contribui com as peras deixando-as um dia destes (perto da meia-noite) no portal da casa, qual pai natal a deixar um presente para a avozinha ter uma surpresa na manhã seguinte (terá sido outro dos melhores momentos do meu dia) :)


sábado, 23 de novembro de 2013



sábado de manhã...



dois clássicos... o eterno chá de limão e a bolacha maria numa manhã de um ano atípico (até) nas plantas (nas minhas e nas da minha mãe). de vez em quando ao ir regá-las descubro que floriram! :)

para acompanhar estes dias, descobri uma estação de rádio a combinar com as luzinhas que já vão piscando por aqui e por ali nas fachadas das casas
e logo antes de dormir talvez repita esta  ♫ fly away birdie


domingo, 17 de novembro de 2013




depois de 11 horas sentada durante o dia de sábado (por força de um trabalho de grupo da nova vida académica...) 
o domingo iniciou às 7h para às 9h começar a dar o meu melhor...


decidi-me pelas paisagens, e elas não me deixaram ficar mal...

foram 23km a "corrandar"

Poucas horas depois de terminar o meu primeiro trail, o sunset trail de s.pedro de moel, um amigo comentou comigo que se ia organizar um outro em Ferreira do Zêzere. Eu imaginando o enquadramento paisagístico pensei que seria o próximo a fazer.

Uma hora depois da partida… “mas para que é que eu me meto nestas coisas?!” “ena que subida” “eu vou rebolar daqui abaixo…” “não pensa!” “que paisagem!!” “não sabia que estes músculos podiam doer?!” “é agora que eu vou escavacar-me toda…” “aii outra subida?!” “anda p’ra frente” “aii outra descida” “eu não aguento mais” “vá mexe-te, que vêm pessoas atrás de ti”, depois de uma queda em chão direito, seguida de uma forte cãibra… “agora é eu a fiz bonita!... sempre quero ver se me levanto” … e levantei com a ajuda de um desconhecido que se prontificou a ajudar, a ele, um obrigada!! E continuei ... “mas para que é que eu me meto nestas coisas?!” “ena que subida” “eu vou rebolar daqui abaixo…” “não pensa!” “que paisagem brutal!!” “isto é só gente maluca…” “força…” “aaaaaiiiii outra subida?!” “anda p’ra frente” “aaaaaiiii outra descida” “já falta pouco” e 3h30 depois atravessava a meta,  desafio superado (e um hematoma na perna). do inicio ao fim há pessoas que vão sempre por ali, ora ultrapassamos ora somos ultrapassados, há conversas soltas, há incentivos, há silêncio, há o som da respiração, há desafio, há superação,  há todo um ambiente de que somos protagonistas, há toda uma natureza com a qual nos fundimos, desbravamos e por fim já em casa apesar do frio do gelo, do cheiro a trombocid e do andar um pouco robótico, há um sorriso!!


segunda-feira, 11 de novembro de 2013




uma boa parte do dia a caminhar pela mata e a ser absorvida pela natureza

(Homo sapiens, Lactarius deliciosus, Amanita sp, Amanita muscaria, Amanita curtipe, Gymnopilus spectabilis)

sábado, 9 de novembro de 2013



sábado de manhã...


1. não morro de amores por kiwi mas de vez em quando lá deve ser
2. alguém que explique a esta mulher que os robes já foram inventados e que não é funcional andar a fazer a lida da casa enrolada numa manta...




no seguimento deste desafio "o melhor do meu dia", volto a fazer este exercício e às sexta-feiras em jeito de balanço deixo aqui o meu melhor...



quinta-feira, 7 de novembro de 2013



desejei a máquina fotográfica para registar aquele momento... no breu da noite com os postes de iluminação momentaneamente apagados, subi a estrada militar a correr num daqueles dias em que pareço incansável. à medida que me aproximava do topo do planalto descobria um céu matizado de tons de azul e preto e a lua escondida atrás de uma nuvem. Eu, a estrada, escuro à frente, escuro atrás, escuro de ambos os lados. nem um carro, nem vivalma. "Não tens medo? perguntei-me, "Olhem só para isto" respondi-me.
"quem é esta louca que anda aqui?" pensei eu que pensaria alguém que me visse ali a correr no escuro e a olhar para o céu, estranha forma de ser feliz pensarão uns, ser feliz digo eu.

I Found a Reason by Cat Power on Grooveshark


sábado, 2 de novembro de 2013



sábado de manhã...


1. depois do "Pão por Deus"...
2. por 2,00€ no mercado... não custa experimentar fazer uns pequenos ajustes técnicos... :)